O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzer, decretou uma lei estadual que pune atos de homofobia cometidos no estado.

A lei estava parada, ela havia sido apresentada por partidos de centro-esquerda em 2015 e foi engavetada no mesmo ano.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O decreto prevê punições administrativas para estabelecimentos comerciais, públicos, entidades, fundações e entes privados, que discriminarem e/ou praticarem qualquer tipo de ações discriminatórias em função da orientação sexual, identidade de gênero e sexo.

As medidas cabíveis devem ser adotadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social. Punições, como penas e multas, ainda não foram divulgadas.

Witzer se elegeu para governador como apoiador se Bolsonaro e adotando um discurso de extrema-direita. Atualmente, o político tenta descolar a imagem do presidente, tendo inclusive trocado farpas públicas. Witzer também é pai de um jovem transexual, Erick Witzer.

Matéria feita com informações da Revista Veja.

VEJA TAMBÉM:  PM do Rio invade ONG LGBT ‘Casa Nem’ e mais de 60 LGBTs em vulnerabilidade podem ficar na rua

Foto: Divulgação/ Instagram Veja