Na última sexta-feira (17), foi anunciado durante uma audiência pública da Comissão de Combate às Discriminações da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), que, em breve, o serviço Disque LGBT voltará funcionar 24h por dia.

Atualmente, o serviço funciona apenas 12h diariamente. A informação foi confirmada ao jornal Destak, por meio da subsecretária de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro, Márcia Florêncio.

“Quanto ao Disque LGBT só estamos capacitando a nossa equipe e resolvendo trâmites com as empresas de telefonia. Esperamos aumentar o número de atendimentos e aproximar a secretaria da população”, explicou a subsecretária.

O serviço funciona por meio do Disque 1746 . No número, a vítima pode denunciar casos de intolerância e violação aos direitos humanos. Após a denúncia, o caso é encaminhado aos órgãos competentes para apuração.