Com o objetivo de ajudar a pessoas trans em situação de vulnerabilidade A Rede Proteger, Ouvir e Cuidar (Poc) e o Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT da Universidade Federal de Minas Gerais (Nuh-UFMG) se juntaram para oferecer cestas básicas ao grupo durante o período de pandemia do coronavírus. Para ajudar o grupo e colaborar com a vaquinha virtual, é só clicar neste link.

Em um primeiro momento,a Rede Poc usou recursos próprios para a compra de 19 cestas, que atenderam a 30 pessoas trans. “Elas foram se organizando, dando os nomes e os endereços, para que a gente enviasse”, explica a fotógrafa e integrante do grupo, Adriana Galuppo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Com o aumento da demanda, a iniciativa decidiu abrir uma vaquinha virtual, para que outras pessoas, de diferentes lugares, pudessem colaborar com a causa. O objetivo é arrecadar R$ 6.500, dinheiro suficiente para que mais 50 cestas sejam distribuídas, atendendo a cerca de 70 travestis e transexuais da Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

“Estamos otimistas de que vamos alcançar a meta”, observa Adriana, ressaltando que o processo precisa ser rápido, já que “quem tem fome, tem pressa”. Ela também destaca que as cestas são distribuídas por um motorista e que todas seguem todas medidas sanitárias, como a higienização dos itens.