Um legislador tailandês foi forçado a pedir desculpas depois que dois gays se beijaram em uma conferência de imprensa no parlamento do país na última quarta-feira (18).

A conferência foi realizada pelo partido Future Forward para destacar as leis de casamento da Tailândia, com o coordenador LGBT Ekkawat Pimsawan enviando cerimoniosamente uma proposta pedindo uma mudança legal para permitir o casamento homoafetivo no país.

As imagens da conferência na TV mostram um deputado ao lado dos dois homens, James Panumas e Tattep Ruangprapaikitseree, e aplaudindo enquanto se abraçavam e então se beijavam. O simples beijo causou tamanha polêmica que provocou acusações de comportamento “impróprio” no parlamento por políticos conservadores opositores à questão.

Thai parliament
James Panumas e Tattep Ruangprapaikitseree se beijam em vídeo-conferência do parlamento tailandês.

O senador Somchai Sawengkarn escreveu no Facebook que achou o incidente vergonhoso e sem perdão, e pediu ao parlamento que investigasse a ética dos parlamentares e do comitê da Câmara.

O secretário do presidente da Câmara, Tankhun Jit-Issara, concordou e disse: “Existem regras para o uso da sala de conferência de imprensa que proíbem linguagem inapropriada, insultos, calúnia e comportamento indecente. Além disso, os usuários devem manter maneiras educadas no estabelecimento e seguir estritamente outras regras declaradas. ”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O presidente do Parlamento, Chuan Leekpai, exigiu um relatório sobre dois homens e prometeu que decidirá qual “penalidade” deve ser tomada contra aqueles que organizaram o evento.

O deputado Mukda Pongsombat, que preside o comitê, acabou sendo forçado a pedir desculpas pela demonstração de afeto público e prometeu que não seria repetido.

“Como presidente, aceito falta de prudência, mas foi inesperado”, disse. “O comitê não planejou que esse incidente acontecesse e lamenta que tenha afetado a imagem do Parlamento. Vou alertar as pessoas envolvidas e garantir que esse incidente nunca aconteça novamente.”

Ela acrescentou: “Embora tenhamos o direito de nos expressar, também devemos mostrar respeito pelo local”.

A Tailândia é frequentemente vista como um país muito favorável aos LGBT, mas a realidade nem sempre é tão liberal. A lei tailandesa atualmente não reconhece casamentos do mesmo sexo embora os ativistas LGBT + estejam lutando para que isso mude.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).