Quase toda publicidade é feita com casais heterossexuais, certo? Por isso é sempre tão louvável toda iniciativa que retrate LGBTs, que afinal de contas, também somos parte da sociedade, pagamos impostos, consumimos, etc.

Mas aparentemente, o deputado Daniel Silveira – o mesmo que quebrou a placa de rua com nome da vereadora assassinada Mariele – acha um absurdo que uma publicidade ou outra na mídia mostre casais homoafetivos.

Uma publicidade do Google onde aparecia um casal dormindo de conchinha, como qualquer casal faz naturalmente independente de sua orientação sexual ou gênero, estranhamente chamou muito a atenção do deputado…

Foi então que ele usou seu Twitter para expressar sua indignação e falar contra o gigante das buscas da Internet, o Google, e chegou ao absurdo de afirmar que a propaganda dizia que “ser heterossexual é errado” e dizer que “O Google é esquerdista”, mostrando toda sua total ignorância.

Mas o que se pode esperar do cara que, gratuitamente, quebrou uma homenagem à uma vereadora assassinada covardemente, não é mesmo?

Entre as respostas de sua postagens, a esmagadora maioria dos internautas fez chacota com o deputado. Pudera!

“Google, apaga que tá dando gatilho na pessoa” e “ fragilidade masculina é foda! Vai ter LGBT em todos os lugares. Só uma revelação: Nós existimos” foram alguns dos comentários dirigidos ao deputado que infelizmente é pago por todos nós pra ficar no Twitter dando piti sobre propaganda de empresa privada com casal homoafetivo.

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).