Depois de ter sido transfóbico em uma série de posts citando o ator Thammy Miranda, o ex-integrante do finado programa Pânico, Carlinhos Mendigo, será processado. Quem terá o mesmo destino e por motivo semelhante (LGBTfobia) é o cantor bolsonarista Netinho da Bahia, que afirmou em entrevista que “LGBTs pensam com o fiofó”.

“Na data de hoje (10/08/2020), eu Ativista LGBTI+ Agripino Magalhães juntamente com o Dr. Ângelo Carbone e sua equipe denunciamos junto ao Ministério Público de São Paulo, o cantor Netinho da Bahia e o tal humorista Carlos Alberto da Silva (Carlinhos Silva Mendigo) pelos seguintes crimes: incitação ao ódio, homofobia, transfobia, e exposição de imagem do homem trans Thammy Miranda e seu filho Bento”, declarou Agripino.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
VEJA TAMBÉM:  Mentiroso e descompensado, Bolsonaro diz que OMS incentiva homossexualidade em crianças

Ao Põe Na Roda, o autor do processo explicou a importância de não se deixar passar batido crimes de discriminação contra LGBTs: “Acreditamos que o silêncio estimula a violência e que não há mais espaço social para a segregação de direitos legítimos. Convidamos à todas e  todos para, juntos e juntas, caminharmos nessa luta diária para que todas as pessoas vivam livres e iguais em dignidade e direitos”.

Conforme ele também lembrou, qualquer LGBT que se sentir ofendido, pode processar os autores da ofensa: “Desde que a LGBTIfobia foi equiparada ao crime de racismo no STF, qualquer LGBTI+ que se sentir ofendido por uma ofensa — homofóbica ou transfóbica — pode processar o agressor uma vez que não se trata de um mero crime de injúria pessoal, mas sim de ofender toda uma população LGBTI+, um grupo de pessoas”.

VEJA TAMBÉM:  Vídeo flagra pai homofóbico ameaçando filho com facão

Vale lembrar que o Grupo Aliança Nacional LGBTI+ entrou com uma queixa-crime contra Carlinhos por transfobia.

Veja abaixo alguns dos posts transfóbicos e extremamente desnecessários e desrespeitosos de Carlinhos sobre Thammy, todos devidamente anexados ao processo pelo qual ele deverá responder na Justiça:

Vale lembrar que Carlinhos teve seu Instagram deletado da plataforma após pedido de sua ex-esposa. Segundo o portal Na Telinha, o perfil foi derrubado pela Justiça de SP por ter descumprido medida protetiva da ex, Aline Hauck.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).