Uma resolução inédita da Corte Inter-Americana de Direitos Humanos pode fazer com que 15 países legalizem o casamento homoafetivo de uma vez.

Acontece que, quando entraram na Convenção Americana de Direitos Humanos, os 20 países integrantes do grupo aceitaram a regra de que todos os integrantes deveriam se comprometer em seguir os mesmos princípios e leis relativos aos direitos humanos nestes países.

Com a recente legalização do casamento homoafetivo na Costa Rica pelo presidente Luis Guillermo Solis, os 20 países integrantes do grupo estão sendo pressionados a seguir a mesma lei da Costa Rica.  Como dos vinte países que deveriam seguir a medida, quatro já tem casamento igualitário legalizado e mais a Costa Rica que acabou de legalizar, sobram 15 que ainda não tem.

São eles: Barbados, Bolívia, Chile, Equador, República Dominicana, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguay, Perú e Suriname.

Já os países integrantes que já tem casamento gay e não precisam se preocupar consequentemente, são: Brasil, Colômbia e Uruguay.

Se trata de um momento histórico. Mais de 280 milhões de pessoas vivem nos 16 países que devem ser afetados com a medida.

Os governos já estão sendo cobrados para agilizarem o processo e iniciarem a discussão do casamento homoafetivo em seus territórios “assegurando o direito ao matrimônio e todas as garantias legais, benefícios e proteções já concedidos aos casais heterossexuais sem qualquer discriminação ou diferença.”

A recomendação da Corte Inter-Americana é de que estes países garantam logo o direito através de decretos temporários para, com mais tempo, passar por todo processo burocrático e democrático de se criar leis permanentes que garantam de vez a união homoafetiva.

Outra recomendação da Corte é de que os países devem aproveitar a discussão do casamento homoafetivo para também colocar em pauta a discusão de leis que permitam a pessoas transgênero trocarem facilmente nome e gênero nos documentos.

Na Costa Rica, além do governo, maior parte da população comemorou a decisão histórica que tornou o casamento homoafetivo uma realidade no país.


Veja também:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).