Em um protesto contra a homofobia e boa parte dos seguidores do presidente Jair Bolsonaro, que seguem seus dizeres discriminatórios, os paraenses Vinicius Tavares e Erick Alvarez, estavam entre amigos no shopping Bosque Grão-Pará de Belém, quando decidiram dar as mãos publicamente e saírem andando.

Segundo Vinicius, a atitude foi um protesto silencioso – mas que chamou a atenção de todos que passeavam pelo local – contra a homofobia. 

“Eu e meu parça andando de mãos dadas no shopping a espera de um bozominion querer vir lacrar pra gente”, disse na postagem da foto.

Como diz uma famosa frase, “não é preciso ser gay pra lutar contra a homofobia”. A publicação da foto registrando o momento, alcançou mais de 29 mil curtidas e mais de 10 mil compartilhamentos no Facebook.

Homens héteros dão as mãos contra homofobia (Foto: Reprodução )

Não é novidade que, para casais homoafetivos, o simples ato de afeto de dar as mãos – algo banal e inofensivo para qualquer hétero – é um gesto de coragem e que mostra que existimos à sociedade.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

E vale lembrar que, desde a eleição ao posto máximo da nação de um sujeito assumidamente homofóbico, os ataques verbais e físicos a LGBTs pelo Brasil tem aumentado.

Se antes era errado e já acontecia, agora acontece mais e com essas pessoas ainda se sentindo no direito de expressarem seus preconceitos, uma vez que um político que sempre expressou, está lá comandando (mal) o país, sem ter sofrido qualquer punição por isso até hoje.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).