Leonie Dorado, de 26 anos, se tornou a primeira apresentadora trans da Bolívia ao ser escalada para o programa Aby Ayala TV. Ela vai falar sobre as questões da comunidade LGBT+ a partir da própria experiência.

Leoni contou que vai aproveitar a oportunidade para mostrar a voz das pessoas trans e espera que com a experiência ajude outras pessoas LGBTs da Bolívia. “A comunidade LGBT é um grupo de milhões de pessoas que exigem direitos humanos, direitos trabalhistas, direitos para que suas vidas sejam respeitadas. Foi isso que me levou a fazer parte deste projeto”, relatou.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

No cargo, Leoni afirmou que vai focar nos direitos de transexuais e em suas problemáticas, principalmente nas áreas de saúde e trabalho. Ela também está escrevendo um livro para incentivar outras pessoas com seu lema pessoal: “Faça as pazes com seu corpo, coloque sua saúde em primeiro lugar, aposte em seus sonhos e seja feliz”.

Meet Bolivia's First Transgender News Anchor, Leonie Dorado

A apresentadora nem sempre quis seguir carreira na TV. Ela foi cantora e está cursando licenciatura em música moderna no Conservatório Nacional de Música da Bolívia. 

Leoni relatou possuir  uma família que sempre a apoiou e não colocaram problemas no momento que ela decidiu passar pela transição. “A transição levou quatro anos. No final do dia, eu não estava no corpo errado, estava procurando a maneira como queria projetar minha vida”, disse à Reuters.