Gêmeos idênticos, Jack e Jace Grafe compartilharam sua história pela primeira vez. Os dois passaram pela experiência de transicionar de gênero juntos.

Nascidos na Georgia, os irmãos falaram ao Fox5 Atlanta sobre sua jornada, como se entenderam e saíram do armário para a família.

Gêmeos idênticos, Jack e Jace Grafe compartilharam a história de uma transição de gênero de irmãos gêmeos pela primeira vez.

Os dois nasceram biologicamente do sexo feminino e passaram pela experiência de transicionar de gênero juntos em busca da identidade masculina com a qual ambos se identificam desde novos.

Nascidos na Georgia, os irmãos falaram ao Fox5 Atlanta sobre sua jornada.

“Ter um corpo que não corresponde ao que você entende ser é como estar em uma prisão dentro do seu próprio corpo. Quanto mais velho eu ficava, mais difícil era de aceitar. Eu pensava: ‘Não posso ficar assim para o resto da minha vida, não posso!’”, disse Jack.

Hoje os dois tem 23 anos. Um se assumiu trans para o outro aos 15. “Foi muito mais rápido que de costume o processo porque com ele, eu tinha em quem me refletir e me apoiar. Cuidamos muito um do outro”, contou Jace.

Os dois estudavam em uma escola particular cristã em uma cidade do interior do Estado. Assim que saíram de lá, ambos começaram a viver mais autenticamente conforme as próprias vontades: com novos cortes de cabelo e roupas.

Foi muito mais fácil o processo por um ter a ajuda do outro: “Sinto que se não tivéssemos um ao outro, seria depressivo e desesperador. As vezes penso que se ele não estivesse lá, eu poderia ter tentado um suicídio em algum momento que me senti absolutamente sozinho”, contou Jace.

Inúmeros estudos comprovam que pessoas trans tem um índice de tentativas de suicídio muito maior do que as outras pessoas.

Veja algumas fotos dos irmãos abaixo:

Aos 21 anos eles dois começaram a tomar hormônios para adaptar o corpo à mente. Hoje, os dois já tem todos os documentos retificados e vivem plenamente a vida no gênero com o qual se sentem confortáveis, muito mais felizes e em paz.

“É o maior alívio da vida que posso sentir desde então!”, disse Jack, ao que Jace completou: “Estou feliz de finalmente poder sair por aí sendo exatamente quem eu sempre soube que era!”.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).