Andrew e Gustavo William-Coleman, um casal gay que vive em Londres, contou sua trágica história após terem vivido por 4 anos de favor no sofá de um amigo enquanto esperavam pelo council flat, um tipo de moradia social do Reino Unido concedida pelo governo, tipo um Minha Casa Minha Vida britânico.

Os dois contaram que foram empurrados de um lado ao outro durante sua luta de cinco anos por um apartamento em Brent, no noroeste de Londres.

Aposentado por invalidez, William sofre de uma série de complicações de saúde incluindo um câncer, artrite e uma curvatura da coluna vertebral que o impedem de ganhar a vida normalmente.

Gustavo por sua vez também tem problemas cognitivos que o impedem de trabalhar formalmente.

Os dois moravam juntos e foram despejados de onde viviam em 2013. Depois disso, moraram de favor no sofá de um amigo por 4 anos, mas cansados da situação, buscaram a imprensa para expor o descaso do governo com sua situação após tentar resolver de inúmeras formas.

“Decidimos que basta. Estou vivendo de favor há anos, não estou bem. Acabei de sair de quatro operações e descobri que tenho câncer”, explicou William ao Pink News.

Eles dizem já terem tentado de tudo e preenchido todos os requisitos para agilizar a moradia popular, mas até agora nada foi resolvido.

Uma moradia provisória chegou a ser oferecida ao casal pelo órgão do governo, mas as dificuldades de acessibilidade do apartamento faziam com que fosse impossível de ambos chegarem ao local.

“Minha saúde só piorou e até agora não conseguimos resolver nossa situação com o conselho. Precisamos de um teto! Meu marido tem sido tão paciente com tudo isso, já não sabemos mais a quem recorrer por ajuda!”, contou Andrew à reportagem.

Procurado, o porta-voz do Brent Council, programa social de moradia britânico, afirmou ao Pink News: “O Sr. Andrew William-Coleman pediu mais benefícios para pagar um aluguel maior em 2015 alegando situação médica terminal, mas uma avaliação provou que ele não atendia a todos os critérios de qualificação para tal”.

E continuou: “Apesar da solicitação por situação de saúde, o Sr William-Coleman não procurou um pedido de desabrigados.”, o que segundo o Brent Council seria o aconselhado para o caso. “Suas necessidades médicas foram reavaliadas em Dezembro de 2017, quando ele fez um pedido de desabrigados enfim. O conselho aceitou o pedido e agora, no tempo devido, fará uma oferta de acomodação adequada assim que tivermos uma unidade disponível”.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).