Em plena quarentena, vídeos de uma festinha privada – ainda sem maiores informações sobre quem organizou e fez parte – entre garotos de Nova York viralizaram nas redes sociais gerando muitas críticas e indignações.

Vale lembrar que a poucos quarteirões dali estavam hospitais lotados e sobrecarregados, com os heróis da saúde combatendo a pandemia do coronavírus, enquanto justamente o que se pede para evitar o alastramento do vírus é que as pessoas fiquem isoladas em casa.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Os vídeos foram publicados – gravados de stories do Instagram – pelo internauta Phillip Henry que denunciou o evento em posts com vídeos. “As pessoas estão morrendo e estes gays estão se divertindo em festinha em plena noite de segunda-feira? CADEIA!”, escreveu ele junto dos vídeos.

Nas respostas do post há comentários como: “Ninguém chamou a polícia?”, “As vezes os gays são os piores” e “Não acredito nisso!”.

VEJA TAMBÉM:  Devido ao Coronavírus, Mika cancela shows, inclusive 3 no Brasil

“Mesmo que excluam, faço questão de divulgar este vídeo! Trarei de volta sempre pra lembrá-los!”, acrescentou Henry em outro tweet.

Até agora os envolvidos no evento não foram identificados e nem punidos.

Até o dia 5 de maio, segundo dados oficiais, Nova York já contabilizava 171.723 casos e covid-19, com 43.383 hospitalizações e 13.724 mortos. Só no Estado de Nova York estão 35% dos casos dos Estados Unidos, com seus residentes sendo forçados a políticas rígidas de isolamento social pelo governo.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).