Muitos LGBTs sensatos, a partir de agora, vão ter que escolher uma substituta em seu memes com a autoproclamada “Webdiva Tulla Luana”, um dos rostos mais conhecidos da Internet junto a Gretchen e Inês Brasil quando o assunto é meme.

Acontece que ela apareceu em uma fala em um de seus vídeos onde foi extremamente agressiva e racista com a rapper Nicki Minaj. Ainda não se sabe a motivação exata (o que jamais justificaria o racismo) ou a data precisa do vídeo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Vale lembrar que está longe desta ser a primeira vez em que Tulla Luana se revolta contra algo e alguém em seu canal. Esta aliás é uma de suas marcas registradas. Entretanto, esta é a primeira vez em que ela é abertamente racista, o que vale lembrar, é crime no Brasil.

“Se olhe no espelho! Você é tão escura por fora quanto por dentro! Eu quero mais é que te matem mesmo! Quero que você sofra bullying em relação à sua cor! Nasceu assim e vai morrer assim! Não tem tratamento pra ficar branca!”, disse Tulla no vídeo em que falava sobre Nicki Minaj.

VEJA TAMBÉM:  Drags Negras de RuPaul fazem vídeo contra racismo, assista

Assista abaixo:

Entre LGBTs na web, a fala caiu como bomba. Vale lembrar que em outros episódios, Tulla já proferiu falas homofóbicas e transfóbicas, ainda que nada tão explícito e agressivo ou grave como a fala de agora.

Tulla Luana em uma de suas muitas crises. (Foto: Reprodução / Twitter)
Tulla Luana em uma de suas muitas crises. (Foto: Reprodução / Twitter)

“Tulla Luana, eu te amava, mas a partir de hoje apenas nojo!”, “A partir de hoje NUNCA MAIS eu vou usar nenhum meme da Tulla Luana, eu só não apago meus tweets pq eu ia ter q apagar minha conta”, “Parei de usar meme da Tulla Luana quando ela declarou voto no Bolsonaro, enfim, hoje sabemos o porque do voto” e “Feliz e satisfeita pq vão parar de usar imagem da tulla luana” foram alguns dos milhares de comentários sobre o tema no Twitter, que chegou aos assuntos mais comentados hoje.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).