O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em um discurso que os cientistas americanos “inventaram” uma vacina contra AIDS no passado, o que nunca aconteceu. 

Falando em uma conferência de imprensa sobre a reforma da polícia, o presidente começou a divagar em tópicos e, ao invés de falar sobre o assunto central da polícia, passou a saudar seus próprios esforços para combater a pandemia de coronavírus.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ele vinculou a luta contra o HIV à luta contra o coronavírus, dizendo a repórteres que cientistas americanos que trabalham com a vacina COVID-19 estão fazendo “um tremendo progresso”. Ele então afirmou que eles criaram outras curas no passado, incluindo uma vacina contra a Aids.

“Antes do final do ano, prevejo que teremos uma vacina, terapêutica e cura muito bem-sucedidas [para COVID-19]”, disse ele.

“Estamos fazendo um tremendo progresso. Eu lido com esses cientistas incríveis, médicos, muito, muito de perto. Eu tenho um grande respeito por suas mentes. E eles inventaram coisas. E eles criaram muitas outras curas e terapias ao longo dos anos … Eles criaram a vacina contra a Aids … “

VEJA TAMBÉM:  Paciente londrino pode ser 2º no mundo a ficar livre do HIV

Talvez percebendo seu erro, Trump pareceu recuar imediatamente ao falar sobre “terapêutica contra a Aids” e uma pílula diária, uma referência aparente a uma variedade de tratamentos antivirais disponíveis para pessoas que vivem com HIV, e com isso, podem ter uma vida normal.

“Eles criaram, ou a AIDS, e, como você sabe, existem várias coisas, e agora várias empresas estão envolvidas, mas a terapêutica para a AIDS, a AIDS era uma sentença de morte, e agora as pessoas vivem uma vida com uma pílula. É uma coisa incrível.”

Fonte: Pink News

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).