O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, afirmou na última segunda-feira (3) que se ‘curou’ da homossexualidade com a ajuda de ‘mulheres bonitas’. A declaração foi dada durante um discurso em Tóquio, no Japão.

“Quando eu comecei um relacionamento com Zimmerman [sua ex-mulher], eu disse, é isso. Eu me tornei um homem novamente”, declarou Duterte.

O político aproveitou a situação para zombar do senador Antonio Trillanes, seu adversário. “Trillanes e eu somos parecidos. Mas eu me curei”, disse.

Em nota, Trillanes respondeu o presidente ressaltando uma possível “obsessão de Duterte”. “Ao admitir seu passado gay, começo a suspeitar da verdadeira natureza da aparente obsessão de Duterte em relação a mim.Também é inteiramente possível que sua projeção de homem forte seja apenas uma frente. Seja como for, tais comentários de Duterte mostram o quão pervertido e doente está sua mente”, escreveu o senador.

Rodrigo Duterte é conhecido por seus comentários controversos, alegando sempre se tratar de uma brincadeira. Em 2016, durante a campanha presidencial, ele manifestou apoio ao camento gay, mas pouco tempo depois mudou de opinião.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Além disso, Duterte também já utilizou o termo ‘homossexualidade’ como insulto, ao se referir ao embaixador dos Estados Unidos nas Filipnas, Philip Goldberg.