O projeto de transformar o filme Love Simon em uma série de TV da Disney Plus foi cancelado, ao menos no novo serviço de streaming da Disney.

A própria Disney havia anunciado a empreitada, mas agora voltou atrás. Segundo a Variety, a decisão se deu  porque a Disney considerou que muitas das questões exploradas na obra seriam mais adultas, sexuais e menos “adequadas à família”, como seu serviço de streaming pretende se classificar.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Pelo menos, ao que tudo indica, a série não foi cancelada e continua sendo produzida em 10 episódios que irão ao ar agora no Hulu, outro serviço de streaming norte-americano. A estreia está programada para junho, mês do Orgulho LGBT.

A história é baseada no livro Leah On the Offbeat, que também é continuação do livro que deu origem ao filme Love Simon, Simon vs. the Homo Sapiens Agenda.

VEJA TAMBÉM:  Já pensou como seriam os personagens da Disney em isolamento social? Este ilustrador sim!

Michael Cimino foi escolhido como o personagem principal da série, Victor, um ‘novo aluno da Creekwood High School em sua própria jornada de autodescoberta, enfrentando desafios em casa, se adaptando a uma nova cidade e tentando entender sua orientação sexual’.

O personagem é descrito como um ‘novo aluno da Creekwood High School em sua própria jornada de autodescoberta, enfrentando desafios em casa, se adaptando a uma nova cidade e lutando com sua orientação sexual’.

Victor supostamente procurará Simon para obter conselhos sobre como passar a vida na escola com seu segredo.

A estrela feia de Betty, Ana Ortiz e James Martinez, estrelará como mãe e pai de Victor, Isabel e Armando, e Robinson produzirá e narrará a série.

George Sear também foi escalado como o Benji ‘hipster super fofo’ que chama atenção de Victor.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).