Autoridades da cidade de Boston acabam de confirmar que não tem noção nenhuma ao permitirem a realização de uma Parada do Orgulho Hétero na cidade, que deverá ser realizada no dia 31 de Agosto.

Em uma conferência à imprensa realizada no último dia 26 de junho, organizadores do evento – que tem coragem, embora não tenham a menor noção – dizem que o intuito é celebrar a heterossexualidade, que eles descrevem como “maioria que vem sendo oprimida na América”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Milo Yiannopolous, um político de direita famoso localmente, é uma das presenças aguardadas no evento.

Ainda que eles tenham conseguido permissão para realizar o evento (um protesto pelo que mesmo? qual direito lhes é negado?), a prefeitura da cidade se recusou a hastear uma bandeira do Orgulho Hétero ao lado de seu prédio, conforme pedido pelos organizadores.

VEJA TAMBÉM:  Desembargadora que sugeriu assassinato de Jean Wyllys agora diz que foi brincadeira

Segundo o The New York Times, na coletiva realizada para anunciar o evento, um dos organizadores, John Hugo, afirmou que a intenção da celebração não é zombar dos eventos LGBTs, ou parecer ser anti-gay.

“Eu concordo que é incomum ter algo assim, mas muitas coisas parecem impopulares no começo, mas depois elas se tornam populares”, disse Hugo.

E teve a pachorra de completar: “Nós não odiamos ninguém, nós só queremos ter nossa própria celebração como todo mundo tem o direito de fazer. Todas as pessoas de todas as comunidades são bem-vindas, desde que demonstrem respeito”.

A rota do Straight Pride Parade deve passar pelo Boston Public Garden e pelo Boston Common, terminando em frente à Prefeitura. O grupo ainda precisa da permissão do Departamento de Polícia de Boston, embora a polícia tenha indicado que a marcha seria autorizada a ir em frente.

VEJA TAMBÉM:  “Alguns atletas não apertam mais a minha mão”, diz lutador Jack Woolley após revelar ser bissexual

Resta agora saber por qual direito esta maioria tão oprimida vai protestar, né?

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).