Infelizmente não basta ser LGBT para ser sensato quanto a igualdade e aos direitos LGBTs. Tem muito LGBT de Chernobyl por aí (Carlinhos Maia, aquela maquiadora bolsomonion, Pepê e Neném que o digam, só pra citar alguns exemplos, né manas?).

O mais recente exemplo foi o cantor baiano Netinho, que veio a público – sem que ninguém perguntasse ou lembrasse de sua existência – defender a censura imposta pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. É isso mesmo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em seu Facebook, o cantor dono de seu único sucesso dos anos 90 “Mila”: “Se você quer ser gay, problema seu! Só não queira impor sua prática como ‘padrão’ (não é), só não faça ativismo para crianças! (Isso é repulsivo)”, e acrescentou na legenda: “Marmanjos do mal, as crianças são intocáveis na sua pureza”.

O que Netinho se esquece é que LGBTs não querem IMPOR nada, querem apenas ter o mesmo espaço na sociedade e na representatividade por aí. E quanto às crianças, uma demonstração de afeto nunca foi problema. Se um beijo hétero não é censurado, porque deveria ser um beijo gay?

VEJA TAMBÉM:  Por homofobia, homem nega hospedagem para casal gay e pode pegar até 3 anos de prisão

O “pior” que pode acontece a uma criança que sabe que LGBTs existem, Netinho, é crescer sem preconceito. Você, por exemplo, cresceu rodeado de exemplos héteros na vida. Nada disso mudou sua sexualidade como bissexual, certo? Orientação sexual não é algo que pode ser alterado ou influenciado. Na sua vivência como LGBT você deveria ter aprendido isso, no mínimo.

Close erradíssimo, um verdadeiro desserviço tamanha ignorância, principalmente por vir de um LGBT.

Aos seguidores que o criticaram, Netinho respondeu: “ Sou homem, bissexual, pai, família, conservador, honesto, digno, sincero, realizado e muito feliz. Sem mais”.

Então tá, Netinho. Quando sofrer LGBTfobia por aí, vai pedir ajuda pro Bolsonaro, beleza? Só não vale usar a lei que penaliza LGBTfobia como crime, afinal, os conservadores e o presidente que você tanto defende, sempre falaram contra!

VEJA TAMBÉM:  Damares Alves surpreende e se diz contra censura de Crivella à HQ com beijo gay
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).