Sem novidades por aqui: Azealia Banks acaba de se envolver em outra polêmica pela qual foi acusada de ser homofóbica. Mais uma vez…

Depois de criticar gays que usam PrEP, detonar Pabllo Vittar e Anitta, ser suspensa do Twitter por comentários homofóbicos e até chegar a se despedir de seus fãs gays, a rapper voltou a citar gays pra fazer chacota.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Azealia Banks desta vez postou um meme acusando gays de “estarem se apropriando da cultura dos cavalos”. Pra você que não entendeu (é realmente difícil), a acusação de Azealia se refere ao uso de acessórios como harness (comparando a arreio de cavalo), uso de lubrificante e também uso de drogas como cetamina, usada como anestesia em cavalos.

Azealia Banks posta meme homofóbico comparando gays à cavalos. (Foto: Reprodução / Facebook)
Azealia Banks posta meme homofóbico comparando gays à cavalos. (Foto: Reprodução / Facebook)

De maneira totalmente desnecessária, a cantora postou o meme enquanto brigava na Internet com pessoas que opinavam sobre uma foto que ela postou de si mesma coberta de sangue.

VEJA TAMBÉM:  Azealia Banks posta foto em apoio a Ciro Gomes e o convida pra ver seus shows no Brasil

Banks explicou que a foto era de uma prática religiosa e que ela venera a deusa Yemayá, espírito patrono da maternidade e rios da religião iorubá.

No meme onde fazia chacota de gays associando a drogas e acessórios fetichistas que nem todos usam (e os que usam tem o direito, não?) Azealia Banks comentou: “A cultura gay dominante em poucas palavras”, escreveu Banks na legenda.

Aos críticos da postagem, ela ainda respondeu: “Não f*dam comigo, vadias. Podemos fazer essa guerra cultural o dia todo e eu prometo que vou vencer. Boa noite.”

Mais uma vez, alguns fãs gays prometeram parar de acompanhar Azealia Banks: “Parei de te seguir hoje”, disse um deles. “Garota, se você acredita no que afirma acreditar, não agiria dessa maneira”, disse um outro.

Um outro internauta foi adiante: “Claramente você não é um homem gay e está representando uma subcultura pessimamente. Como um homem gay, acho isso absolutamente ofensivo. Mas eu não guardo ódio por você, isso só mostra o quanto você anda triste e com dor. Sinto muito por você se sentir assim.”

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).