Estarão abertas, entre os dias 15 a 24 julho, as inscrições para o primeiro vestibular para pessoas transexuais e intersexuais da Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

Trata-se do primeiro processo seletivo de graduação para transgêneros. Outras universidades já haviam estabelecido cotas para esse público, mas dentro de seus processos seletivos habituais.

De acordo com o edital divulgado pela instituição, serão disponibilizadas 120 vagas para os mais de 15 cursos presenciais, como Administração Pública, História, Enfermagem e Pedagogia, distribuídos nos estados da Bahia e Ceará.

Para concorrer, os candidatos deverão redigir um texto relatando sua história de vida, trajetória escolar e expectativas sobre a entrada em uma universidade pública. Também deverão entregar uma autodeclaração, com a indicação de sua identidade de gênero (travesti, transexual, não-binário ou intersexual). As categorias, segundo a universidade, são definidas em glossário da Organização das Nações Unidas (ONU). 

As demais vagas da universidade, voltadas para brasileiros, continuam sendo ocupadas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que leva em conta as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Como a Unilab funciona em parceria com países lusófonos, para alunos estrangeiros, o processo consiste em avaliação do histórico escolar e prova de Redação.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A iniciativa da Unilab foi comemorada por atitvistas LGBTs e dos Direitos Humanos. Para Sara York, uma das coordenadoras do Instituto Brasileiro Trans de Educação, a medida é importante para garantir o acesso desse público à universidade. 

“É para que atenda a uma população que, historicamente, está fora dos processos escolares em nível nacional e internacional”, diz ela, que é travesti e mestranda em Educação pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). 

Os exames serão feitos no dia 21 de agosto e as aulas estão previstas para começarem em setembro.

Se interessou? Para maiores informações, clique aqui para ler o edital.