Quando Lacraia fazia sucesso nos programas de TV ao lado de MC Serginho, muita gente que está lendo esta matéria era bem pequeno, inclusive este que vos fala.

Vai, Lacraia” e “Éguinha Pocotó” certamente embalaram muitas festas no início dos anos 2000 e, de certa forma, trouxe uma representatividade para a comunidade LGBTQ+, sobre tudo aos trans e travestis. Apesar de que, na época, comentários homofóbicos e brincadeiras totalmente sem noção ainda eram “aceitáveis” em pleno horário nobre da TV aberta.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Não é extremamente necessário que tenhamos conhecimento que, há mais de 15 anos, havia uma pessoa na linha de frente lutando por nós e, que em tão pouco tempo, conseguiu fazer tanto pela gente?

A usuária do Twitter Caia, diretora da Nova Associação de Travestis e Transexuais de Pernambuco (Natrape), estudou a vida de Lacraia e fez uma thread super necessária para sabermos a superfície desse trabalho executado por ela.

VEJA TAMBÉM:  Twitter pede desculpas a "Deus" depois de suspendê-lo por tweet LGBT

Confira abaixo:

Ao final, a autora do post revelou seu desejo de fazer um filme sobre a vida da artista, pedindo contatos de quem estiver interessado. A thread fez tanto sucesso que na quarta-feira (3) o nome Lacraia entrou para os trending topics do Brasil!

VEJA TAMBÉM:  Menino vai parar no hospital depois de masturbação na quarentena e viraliza na web

Não seria incrível esse filme realmente sair? Vamos aguardar ansiosos por essa oportunidade de ver a vida de uma figura LGBTQ+ tão importante nas telas dos cinemas.

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.