Taylor Swift acaba de doar U$ 113 mil dólares – ou quase R$ 400 mil reais – para uma Fundação dedicada aos Direitos LGBTs do Estado americano de Tenesse, nos Estados Unidos.

A contribuição veio junto de uma carta assinada pela própria, onde ela se diz inspirada pelo trabalho do grupo.

“Estou escrevendo para falar sobre o quanto o trabalho de vocês me inspira, especificamente pela petição contra o ‘discurso de ódio’ no Estado. Meus sinceros agradecimentos e esta doação para apoiar o trabalho que seus líderes estão fazendo”, disse a cantora.

O conservador Estado de Tenesse é um dos berços da música country nos Estados Unidos e recentemente tem sido notícia as tentativas de parlamentares do Estado em aprovarem leis locais LGBTfóbicas.

Alguns exemplos são: uma lei que se propunha a banir o casamento homoafetivo no Estado (algo claramente ilegal) ou ainda projetos que visavam proibir diagnóstico de disforia genital em pessoas trans, ou também proibir que estas pessoas decidam pelo banheiro público de acordo com seu gênero.

Em um post no Facebook onde mostra a carta assinada por Taylor Swift, o Tenesse Equality Project agradece a doação e homenagem reconhecendo o trabalho do grupo: “O TEP está grato e honrado em dizer que Taylor Swift fez uma doação de U$ 113 mil dólares para apoiar nossos esforços em um momento crítico destes. ”, afirmou a instituição em nota.

Veja abaixo:

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).