Já imaginou como seria participar da primeira Parada LGBT da História do Brasil, que aconteceu em São Paulo em 1997?

Não tinha marca que patrocinasse, não tinha cantora pop e não tinha nem uma multidão de apoiadores ou mesmo uma grande festa, muito pelo contrário… Eram menos de 2 mil pessoas marchando e sendo atacadas pela sociedade muito mais homofóbica da época, que segundo relatos, chegava a atirar ovos e fezes nos manifestantes.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Isso sem contar que a primeira Parada quase não saiu do lugar a princípio. A polícia veio tentar impedir o evento de acontecer quando a drag queen Kaká Di Polly se atirou na frente da avenida pra parar o trânsito e simular que passava mal, distraindo os policiais que haviam chegado. Foi a deixa para o único trio que resumia a Parada sair com os manifestantes em volta, fechando o trânsito da Avenida Paulista.

VEJA TAMBÉM:  Parada do Orgulho Hétero na Califórnia reúne 20 heterossexuais

Uma das integrantes deste momento histórico do Brasil é a artista Silvetty Montilla. Em suas redes sociais, ela postou um registro raro da primeira Parada do Orgulho LGBT do Brasil, que aconteceu em 1997 em São Paulo. Aliás, nesta época, nem existia a sigla LGBT… e nem GLS! Era Parada Gay!

Como disse o perfil @dragliciouz do Twitter: “Precisamos sempre lembrar e celebrar nossa história. Valorizar essas lendas que pavimentaram o caminho para hoje botarmos a cara no sol!”.

Veja abaixo o vídeo postado por Silvetty. Na legenda, a lenda escreveu: “Alguém sabe quem é a dama de vermelho que vai na garupa da 1° parada GAY , GLS , LGBT , LGBTQ , LGBTQ , LGBTQIA+ , ufa, até afrouxou a chapa. E eu aqui firme e forte finíssima passando por todas”:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).