O projeto de exposição audiovisual “TransAções: Mapeamento de artistas trans no Brasil” possui como objetivo promover um espaço virtual inédito no Brasil para a divulgação do trabalho de artistas trans em suas mais variadas linguagens artísticas (pintura, colagem, desenho, fotografia, vídeo e performance. 

Para inscrever o seu trabalho na exposição virtual, clique aqui. A iniciativa aceita produções de todas regiões brasileiras até está sexta-feira (29).

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

View this post on Instagram

Artistas trans!!! . . *TransAções – Mapeamento de artistas trans no Brasil* Mapeamento inédito em plataforma virtual de exposição audiovisual “TransAções: Mapeamento de artistas trans no Brasil” se trata de um projeto desenvolvido pela curadora e crítica de arte Renata Martins no marco do programa de residência artística “Vila Sul” do Goethe-Institut Salvador em parceria com a Casa Aurora (Centro Cultural e de Acolhimento LGBTQI+), ANTRA – Associação Nacional de Travestis e Transexuais e Movimento Nacional de Artistas Trans (MONART). O objetivo do projeto é de promover um espaço virtual inédito no Brasil para a divulgação do trabalho de artistas trans em suas mais variadas linguagens artísticas (pintura, colagem, desenho, fotografia, vídeo e performance. Maiores informações: antrabrasil.org

A post shared by ANTRA (@antra.oficial) on

Com isso, a iniciativa se tornará o primeiro arquivo aberto de artistas trans em território nacional, com o registro de diversas expressões e vivências artísticas. Os interessados devem enviar através deste formulário, em um arquivo pdf único, que não deve ultrapassar o limite de 10 MB contendo as seguintes informações: 

– Envio de fotos de 3 (mínimo) a 10 (máximo) trabalhos realizados até hoje e sem limite de data de sua produção. No caso de vídeos performance, enviar um arquivo com os links das gravações;

 – Currículo com até duas laudas e indicando, caso existentes, trabalhos já exibidos;

 – Um texto de análise de seu fazer artístico contendo até 1000 caracteres com espaço.

A ação ainda monta um catálogo virtual, que recebe obras até 17 de junho. Foi projetado Goethe-Institut Salvador em parceria com a Casa Aurora e a Associação Nacional de Travestis e Transexuais.

Foto: Divulgação/ Cláudio Pinho