Pedro Scooby, um dos surfistas brasileiros mais conhecidos, fez uma série de stories no Instagram na última terça-feira (19) para falar sobre o preconceito no seu esporte.

Segundo ele, o surf é um dos esportes mais homofóbicos, racistas e machistas que existem e que ele, como um dos principais expoentes da prática no país, tem a obrigação de denunciar isso.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Eu vou começar falando dessa parte da homofobia, mas achei importante falar sobre isso. Quem convive no mundo do surfe sabe que não tem gay assumido ou não é explícito isso. Este é um esporte muito homofóbico. Sou surfista e não posso fechar minha boca fingindo que não vejo isso. Queria muito que o surfe aprendesse com este movimento que tem acontecido no mundo, o surfe aprendesse e evoluísse com isso.

De acordo com Scooby, surfistas gays e negros têm grandes dificuldades de conseguir patrocínio e, consequentemente, competir em campeonatos maiores.

VEJA TAMBÉM:  Pabllo Vittar responde se é Team Anitta ou Team Ludmilla

O ex-namorado de Anitta ainda destacou que, mesmo heterossexual, pode e deve defender a comunidade LGBTQ+, pois tem amigos gays que sofrem preconceito diariamente.

Confira abaixo:

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.