Um homem de 71 anos que morreu na cidade de Sweetwater, no Estado americano de Tenesse, teve seu funeral rejeitado pelo pastor só porque o filho dele é gay.

Jessie Goodman – o filho gay em questão – disse que seu pai tinha poucos desejos em vida e um deles era ter seu funeral realizado na primeira igreja onde esteve na vida, a Lee’s Chapel Baptist Church.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Entretanto seu desejo não foi realizado, isso só porque o líder da igreja ficou sabendo que Jesse é gay e se recusou a celebrar o evento sob esta alegação.

“Não sou eu no caixão, é meu pai!”, disse o filho do falecido. “Estão punindo meu pai por mim?”, questionou.

Um membro da organização da igreja, ao saber da intenção da realização do funeral, foi avisar o rapaz de que, caso seu marido comparecesse ao funeral, este não seria realizado. E infelizmente foi o que aconteceu, o funeral foi recusado.

VEJA TAMBÉM:  PM expulsa soldado gay que denunciou homofobia e perseguição na corporação

Sendo assim, a família decidiu realizá-lo em outro local, contrariando os desejos finais do pai de Jessie.

Segundo o portal Pink News, o telejornal News Channel 9 contactou a igreja e tentou contato com o pastor que recusou realizar o funeral só pelo filho do senhor falecido ser gay. Ele se recusou a comentar a situação.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).