Neste domingo (20) a atriz Nicette Bruno infelizmente faleceu em decorrência de complicações devido ao covid-19. Ela estava internada em um hospital da Zona Sul do Rio de Janeiro desde o dia 26 de novembro.

Na Internet foram muitos famosos que já lamentaram a perda da talentosa atriz, que há décadas nos encantava com seus personagens em novelas como ‘Éramos seis’, ‘Rainha da Sucata’ e ‘Selva de Pedra’, dentre outros sucessos. A geração mais nova provavelmente se lembra mais de sua querida ‘Dona Benta’ do remake do Sítio do Pica-Pau Amarelo, da TV Globo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Um momento memorável da carreira de Nicette Bruno foi uma participação no programa Encontro com Fátima Bernardes, quando ela deu uma verdadeira lição em uma mulher homofóbica da plateia que disse que não aceitaria um filho gay.

Nicette Bruno rebate homofóbica. (Foto: Reprodução / Globo)
Nicette Bruno rebate homofóbica. (Foto: Reprodução / Globo)

Chocada com os comentários que ouvia, Nicette rebateu prontamente: “As pessoas não iguais! Cada um tem sua individualidade e caminho a seguir. E todos devem conviver da mesma forma e da mesma maneira. É curioso que fica se pensando neste caso da homossexualidade como se fosse uma coisa estranha, diferente, um defeito… Não é! Meu Deus, é a vida, é a individualidade da pessoa… Olha, você pode ter 10 filhos, os 10 serão diferentes!”.

Ela continuou: “Eles são diferentes! Não são eles que tem que se modificar, você é que tem que se adaptar a cada um deles. Isso é o que forma uma família!”.

Fátima Bernardes concordou e concluiu: “É a expectativa que os pais geram em relação aos filhos que provoca esse desconforto as vezes, né?”.

E Nicette Bruno novamente arrasa: “É um problema de preconceito sim. Claro que isso já vem de muito tempo, isso é embutido nas pessoas desde muito cedo, a ter esse preconceito”.

Assista ao momento abaixo:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).