A âncora da Globo, Maju Coutinho, foi uma das jornalistas convidadas para comentar uma edição histórica do jornal Em Pauta, da Globo News, cujo tema eram os protestos antirracistas nos Estados Unidos.

Além dela, estavam presentes debatendo o tema, os jornalistas: Aline Midlej, Flavia Oliveira, Lilian Ribeiro, Zileide Silva e Heraldo Pereira. Nota algo em comum entre eles? Sim, são todos jornalistas pretos (algo raríssimo de se ver na TV brasileira até hoje!) e com toda propriedade e local de fala para falar do assunto. 

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A ideia não veio em vão. A Globo News foi criticada no dia anterior justamente por colocar apenas jornalistas brancos para discutir a pauta antirracismo, tão em alta nos Estados Unidos e no resto do mundo.

Assumindo seu erro, a Globo News inclusive usou a frase de um tweet que viralizou criticando a discussão de racismo sendo apenas por brancos. A publicação simplesmente dizia: “Rapaziada… a pauta é racismo” e mostrava seis jornalistas brancos debatendo. Veja abaixo:

No dia seguinte, ciente do close errado, a Globo News estreou uma edição histórica apenas com jornalistas pretos:

VEJA TAMBÉM:  Namorado de ‘Britney’ em ‘A Dona do Pedaço’, ator Pedro Carvalho é casado com advogado há dois anos

Ao finalizar a edição, cada um deu seu recado sobre a cobertura dos protestos antirracistas e a luta contra o racismo.

Maju, sempre sensata, mostrou toda sua consciência e ausência de medo em se posicionar e pediu pra que todos estes jornalistas negros tivessem mais espaço e oportunidade para falarem não apenas sobre racismo, mas sobre qualquer assunto:

“Espero ser chamada pra falar de outras coisas. Não quero só ser chamada pra entrevista que fale sobre a questão do negro. Temos muito mais a oferecer. É importante que se normalize nossa presença falando de diversos assuntos”, disse ela.

E finalizou: “Muito obrigada pela oportunidade. Foi lindo estar com vocês aqui!”. Assista abaixo ao momento:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).