Diz o ditado que a justiça tarda, mas não falha. Parece que sim! Pouco depois de ser noticiado que um bolsonarista terá que indenizar o ex-deputado federal Jean Wyllys por compartilhar fake news, agora vem aí mais uma condenação a outro espalhador de mentiras que apoia o presidente Bolsonaro.

O blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio Filho foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro a pagar R$ 15 mil reais de indenização ao jornalista Glenn Greenwald.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em Agosto de 2019 ele postou em suas redes sociais que a mãe de Glenn, que estava em um câncer terminal do qual acabou falecendo meses depois, não tinha a doença e tudo era uma invenção pra que o jornalista e seu marido, o deputado David Miranda (PSOL) pedissem visto de urgência para viajarem com os filhos para os Estados Unidos, onde ela morava.

VEJA TAMBÉM:  O Ministro ficou e o presidente caiu (em desuso) | Direitos

Ainda segundo noticiado pela Folha de São Paulo na coluna da jornalista Monica Bergamo, o blogueiro tentou alegar em sua defesa que “concluiu isso analisando as postagens da mãe de Glenn nas redes sociais”, o que também não ficou claro uma vez que nada denotava que ela não estava com câncer.

No julgamento de primeira instância em fevereiro, o juiz que analisava o caso, Antonio Carlos Maisonette Pereira, confirmou que os posts eram além de crime, uma ofensa a Glenn e ultrapassava a legitimidade de uma crítica, além de ferir a ética de faltar com a veracidade das informações.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).