Uma cartinha para o Papai Noel enviada por um garotinho gay chamado Will está deixando a Internet com o coração quentinho!

Todos os anos, o Serviço Postal dos Estados Unidos realiza a “Operação Papai Noel”, enviando respostas a milhares de cartas enviadas por crianças ao Papai Noel. Em muitos locais, organizações privadas e cidadãos podem ajudar inclusive.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O programa abre em 4 de dezembro, mas pra despertar interesse no programa antes, o USPS sempre exibe algumas cartas de anos anteriores. Foi agora o caso de uma cartinha de Will, um menino que diz que é gay e pergunta ao Papai Noel se ele pode perguntar a Deus se “Ele o ama por ser gay”.

Leia abaixo a cartinha de Will na íntegra:

“Querido Papai Noel,

Você apóia a comunidade LGBTQ? E você pode falar com Deus, você pode dizer a Ele que eu o amo, e perguntar se ele me ama por ser gay?

Obrigado,

Com muito amor!”

Veja abaixo a imagem da carta, que teve mais de 200 mil likes e 27 mil retweets no Twitter:

VEJA TAMBÉM:  Pisca-pisca pra barbas é a nova tendência entre os homens neste Natal
Imagem de carta de garoto ao Papai Noel viraliza na web (Foto: Reprodução / Twitter)
Imagem de carta de garoto ao Papai Noel viraliza na web (Foto: Reprodução / Twitter)

Nenhuma outra informação sobre Will está disponível no site. Não se sabe o que lhe foi dito para fazê-lo pensar que Deus não pode amá-lo se ele for gay, se ele teve que esconder sua carta de seus pais e enviá-la secretamente, ou se ele estava preocupado que uma resposta à carta pudesse fazê-lo sair do armário sem querer para a família.

No Twitter a história viralizou com muitas pessoas emocionadas pelo questionamento do garoto. Alguns heterossexuais, é claro, argumentaram que “ele era muito novo pra saber se era gay”. Provavelmente os mesmos heterossexuais que não pensam duas vezes ao perguntar “E as namoradinhas?” ao priminho de 4 anos, né? A gente sabe como isso funciona…

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).