As escolas públicas de Seattle, nos Estados Unidos, estão empenhadas para criar um ambiente mais inclusivo para os seus estudantes.

O distrito recentemente aprovou uma resolução para criar um currículo de afirmação LGBTQ+ e também banheiros sem gênero definido.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Zachary DeWolf, presidente do comitê das escolas da cidade, falou como essa iniciativa irá impactar os jovens de hoje e do futuro.

“Nós somos os primeiros no estado de Washington a colocar isso para um currículo. Pessoas jovens, LGBTQIA+ ou não, merecem ver o quão ampla e dinâmica a história americana – que é inclusivo para a história LGBTQIA+ – verdadeiramente é. Requerendo um currículo LGBTQIA+ inclusivo nas escolas públicas de Seattle nós vamos impactar positivamente a nossa região hoje e em sete gerações no futuro.”

Há chances da adição de uma matéria abordando a história e cultura LGBTQ+. A resolução fala especificamente de explorar o assunto entre as pautas das aulas nas escolas de ensino fundamental.

“Um dos melhores jeitos de superar a intolerância e estimular a aceitação é através da educação. Sabendo sobre as diferentes pessoas e suas experiências realmente melhora a saúde educacional de todos os estudantes, enquanto melhora o senso de pertencimento e segurança dos estudantes LGBTQIA+ nas nossas escolas.”

A resolução também obriga as escolas a incluir pelo menos um banheiro de gênero neutro. Pode ser apenas uma cabine ou várias. Os professores e outros funcionários também serão treinados para que não ocorra nenhum constrangimento.

VEJA TAMBÉM:  De homofóbico a tolerante, como George H.W. Bush mudou opinião sobre casamento gay ao longo da vida

 

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.