A recente decisão da Disney de dar o lugar de protagonista do live-action de A Pequena Sereia para a atriz Halle Bailey, que é negra, gerou polêmica na Internet.

Internautas se dividiram em dois grupos. Um é de quem comemora a decisão de dar um papel tão relevante a uma atriz negra sabendo do impacto que isso terá em meninas negras se vendo representadas em um meio predominantemente branco como é o de princesas da Disney que inspiram gerações. E outro, quem é racista, sem empatia ou egoísta pra não entender a importância disso tudo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Entre o time de quem teve bom senso e comemorou a iniciativa, está A Turma da Mônica. Um dia após a notícia da Ariel negra, foi divulgada nas redes sociais da personagem mais famosa dos quadrinhos brasileiros, uma arte com a personagem Milena, da Turma da Mônica, como sereia.

VEJA TAMBÉM:  Noivos se casam vestidos de Woody e Buzz de Toy Story na Disney; assista a cerimônia

“Nossa pequena sereia”, diz a legenda. Veja o post original abaixo, que é claro, viralizou na Internet com mais de 22 mil likes e milhares de retweets:

Pra quem não sabe, Milena é uma nova personagem da Turma da Mônica. Ela faz parte de esforços recentes dos Estúdios Maurício de Sousa em retratar mais diversidade em suas obras.

Vale lembrar que não é de hoje que a Turma da Mônica vem se preocupando cada vez mais em representar a diversidade humana e as minorias em suas histórias, como são, por exemplo, os casos da personagem cega Dorinha e o cadeirante Lucca.

Recentemente, Maurício de Sousa também foi notícia por postar em seu Instagram uma foto com o filho Mauro (inspiração do personagem Nimbus) e seu namorado, dizendo “meu filho e meu genro” na legenda com toda naturalidade. Uma lição pra quem acha que um senhor de 83 anos não pode ser tolerante e acolhedor com filhos LGBTs.

VEJA TAMBÉM:  Condenado por homofobia, ex-deputado tem bens bloqueados pela justiça
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).