O assassinato de George Floyd, um homem negro de 47 anos, por um policial branco chocou o mundo com a triste realidade de preconceito que as pessoas negras vivenciam. Durante os últimos minutos de vida, George avisava que não estava conseguindo respirar enquanto tinha o pescoço sufocado pelo joelho do policial, Derek Chauvin, que pouco se importava com a sua dignidade e existência.

A forma como George morreu lembra outros assassinatos de pessoas negras ao redor do mundo que ocorreram da mesma forma. O caso mobilizou protestos locais e internacionais, alguns foram protagonizados por participantes de Rupaul’s Drag Race, como a rainha da oitava temporada, Bob, The Drag Queen, e a icônica participante da quarta temporada, Latrice Royal.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A rainha Bob utilizou as redes sociais para pedir aos aliados da causa negra que utilizem os seus privilégios e falem sobre a epidemia de violência contra as pessoas negras e trans.

“‘Eu simplesmente não sou político’, acabou. Esse tempo já passou. Precisamos ouvir suas vozes agora”, desabafou a drag.

Bob acrescenta que: ““Enquanto você ‘encontra sua voz’, pessoas negras são mortas todos os dias. TODO DIA. Pessoas trans estão sendo assassinadas consecutivamente. Não precisa ter poesia. Apenas fale. VIDAS NEGRAS IMPORTAM”.

Já Latrice twittou que “Vamos parar de ficar com raiva quando eles pararem de nos matar”.

Outras celebridades também se juntaram as manifestações online:

Janelle Monáe: “Cansei de conversa! Precisamos de ação AGORA. Estou furiosa!”

VEJA TAMBÉM:  BenDeLaCreme e Jinkx Monsoon estrelam especial de Natal (fotos)

Lena Waithe: “Ser negra na América é uma sentença de morte. Estou farta de digitar “Descanse em paz”. Gostaria que negros pudessem viver em paz”.

Kehlani: “Polícia é a maior e pior gangue da América. Morte aos distintivos!”

Outros artistas que se pronunciaram foram Mariah Carey, Demi Lovato e Madonna:

Mariah Carey; “Falem o nome dele #GeorgeFloyd”

VEJA TAMBÉM:  Billy Porter desabafa e pede a antirracistas: "Olhem para as pessoas LGBTs negras"

Demi lovato: “Cansada de digitar ‘descanse em paz’. Queria que negros vivessem em paz”

Madonna optou por postar um vídeo de George Floyd e escreveu as hashtags #ControleDeArmas e #JustiçaParaGeorgeFloyd

VEJA TAMBÉM:  Rede TV! escala primeira dupla negra em bancada de jornal e faz história; assista

O prefeito de Minneapolis, onde o caso ocorreu, Jacob Frey, se juntou aos pedidos para que os quatro policiais envolvidos fossem presos, afirmando: “Eu lutei com, mais do que qualquer outra coisa nas últimas 36 horas, uma pergunta fundamental: por que o homem que matou George Floyd não está cadeia? Não vi ameaça. Não vi nada que indicasse que esse tipo de força era necessária”.

A irmã de George, Bridget Floyd, disse que os quatro “deveriam estar presos por assassinato”.

As imagens do crime divulgadas quebram a declaração do Departamento de Polícia de Minneapolis de que Floyd “resistiu fisicamente aos policiais” enquanto estava sendo preso.