O apresentador do SBT, Danilo Gentili, foi condenado à prisão. 

Depois de já ter respondido a muitos processos por ofensas proferidas a muitas pessoas em sua carreira, de famosos à anônimos, ele acabou finalmente sendo condenado a seis meses e 28 dias de prisão (ainda que, por ser uma primeira condenação e pouco tempo de detenção, isso deva ser convertido em pena alternativa).

A ação movida se refere a um vídeo publicado por Danilo no dia 22 de março de 2016, quando o apresentador chamou a deputada Maria do Rosário (PT) de “nojenta”, “falsa” e “cínica”.

À justiça, a defesa de Danilo tentou alegar que ele não se referia à Maria do Rosário pessoalmente, mas a justiça felizmente não aceitou a desculpa.

Ainda de acordo com a sentença proferida pela juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo, Danilo injuriou a deputada “ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro, atribuindo-lhe alcunha ofensiva, bem como expôs, em tom de deboche, a imagem dos servidores públicos federais e a Câmara dos Deputados.”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Nas redes sociais, como era de se esperar, Danilo agiu feito uma criança na quinta série e debochou da decisão e postou “Quem vai me levar cigarro?”. Ele ainda pode recorrer da decisão ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região em liberdade.

Em suas redes sociais, a deputada Maria do Rosário escreveu: “A condenação do Sr. Danilo Gentili deve ser lida como uma convocação à sociedade para retomar o respeito, o bom senso no debate público, nas redes sociais e na vida. Compartilho trecho da sentença.”

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).