O curso preparatório para quem presta concurso para ser policial civil no Estado de São Paulo agora inclui aulas de Direitos Humanos, que falam sobre diversidade, dentre outros temas relativos a grupos minoritários da população.

Segundo informações do portal Observatório G, somente neste ano de 2019, 1.266 policiais civis da ativa no Estado tiveram a aula. No ano passado foram 2.822 agentes.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

As aulas que também serão dadas a novas turmas, caindo questões do tema em provas preparatórias, incluem explicações sobre o que é homofobia, transfobia e direitos da população LGBT.

A delegada Juliana Mota, que também é professora e pesquisadora na Academia de Polícia (Acadepol), da Zona Oeste de São Paulo, explicou o por quê da iniciativa: “Sempre somos surpreendidos com acusações em relação ao tratamento da polícia por grupos minoritários”.

VEJA TAMBÉM:  Jean Wyllys será professor na Universidade de Harvard nos Estados Unidos

Tanto por ignorância quanto preconceito, muitos policiais não estão informados e preparados o suficiente para tratar com respeito quem é diferente. O intuito é diminuir o número de incidentes neste sentido, garantindo uma polícia mais segura e mais justa para todos os cidadãos.

“Mostramos nos cursos a cronologia de construção de direitos entre esses grupos e trabalhamos questões de gênero , sexualidade, deficiência, etnia. Falamos de cirurgia de transição, nome social, dos avanços jurídicos. Isso só nos traz vantagens como policiais, de poder representar a sociedade”, contou Juliana sobre o conteúdo das matérias dadas em sala de aula da Acadepol.

Resta agora que a Polícia Militar se eduque em relação a diversidade, não é mesmo? Basta assistir aos vídeos abaixo pra ver a diferença gritante em relação a Polícia Civil:

VEJA TAMBÉM:  Após nomear estação de metrô na Argentina, Marielle Franco será nome de jardim de Paris

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).