No início do ano, o diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, fez uma piada homofóbica ao apresentar o jogador colombiano Victor Cantillo, que utilizava a camisa 24 em seu antigo clube. Aqui, o volante veste o número 8, mas sempre costumava a usar o “número proibido” em seus antigos clubes.

Agora, o Bahia, time que vem sempre lutando em prol da diversidade, adotou uma ação bem significante em jogo desta terça-feira (28) válido pela Copa do Nordeste. O volante Flávio vestiu a camisa 24 para mostrar para todos os torcedores que não tem nenhum problema um simples número nas costas.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Bahia usa camisa 24
Crédito: Divulgação

Depois do jogo, Flávio concedeu uma entrevista e falou sobre a ação: “O número 24 não é nada mais que um número e, se eu quiser usar, vou usar. As pessoas tem que ter respeito ao próximo, independentemente do número que usar. Com respeito, vamos ter um mundo melhor”.

VEJA TAMBÉM:  Bandeira trans e emojis inclusivos chegarão em 2020

O número pode inclusive ter dado sorte, já que o Bahia venceu o Imperatriz-MA por 2 a 0. A campanha ainda será repetida nesta quarta-feira (29) no fim de semana, em partida do Campeonato Baiano da categoria sub-23. O mesmo vai acontecer nas jogos do futebol feminino.

Um vídeo sobre a ação, intitulada “Número do Respeito“, foi divulgada também nas redes sociais do Bahia. Confira:

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.