A cantora Cher expressou sua justa indignação em suas redes sociais sobre a medida do presidente americano, Donald Trump, que propõe que pessoas trans não tenham seu gênero respeitado de acordo com a sua vontade, mas sim apenas de acordo com seu sexo biológico.

Em defesa de seu filho e tantos fãs LGBTs, Cher, que é mãe de Chaz Bono, um homem trans, postou em seu Twitter sem papas na língua toda sua revolta com a medida gratuita e preconceituosa do presidente americano.

Cher e seu filho, o ator Chaz Bono.

“Fodam-se essas pessoas! Meu filho vai ser enviado a um campo de concentração com latinos e crianças agora? Vão querer trancá-lo em uma jaula?! É isso que ele quer dizer com suas atitudes!”, afirmou ela na postagem abaixo:

Em outro tweet, a rainha da música poc afirmou: “Meu filho é amado, engraçado, corajoso, talentoso, um cidadão consciente, uma alegria. Uma pessoa que se importa com as pessoas. Ele merece respeito como todos os cidadãos trans merecem!”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Desde muito antes de ter um filho transgênero, Cher sempre se preocupou com os direitos LGBT. Desde a eleição de Donald Trump, ela tem sido uma severa crítica ao governo americano em todas suas medidas excludentes com imigrantes, latinos e LGBTs principalmente.

Recentemente Cher contou em uma entrevista como encarou saber que seu filho era um homem transgênero.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).