Chad e Paul Beanblossom, de Pigeon Forge (Tennessee) adotaram Michael, um adolescente que passou cinco anos em um orfanato. O momento ocorreu via ligação do aplicativo Zoom, já que os processos judiciais estavam parados devido a pandemia de coronavírus.

Um total de 80 pessoas, incluindo amigos, familiares e especialistas em adoção, participaram do momento via videoconferência. “O juiz mencionou que era a maior adoção via Zoom que ela havia feito até agora”, disse Chad Beanblossom ao “Good Morning America“.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Os Beanblossoms conheceram Michael, que está com 17 anos, em 2019. A mãe do adolescente morreu e ele foi levado para o orfanato, passou por nove casas diferentes, durante cinco anos, até conhecer os pais. “Quando chegou até nós, ele foi rotulado como um risco mais alto porque havia fugido antes… mas nunca vimos esse garoto que descreveram. Ele chegou e conquistou nossos corações. Ele nos ensinou tanto quanto, senão mais, do que nós a ele. Nosso mundo inteiro gira em torno de Michael”, relata Chad.

Os Beanblossoms estão casados ​​há cinco anos. Paul Beanblossom tem três filhos biológicos, e o casal já é avô. Os maridos revelam que antes de falarem ao Michael que planejavam adota-lo, o jovem pediu que os dois se tornassem seus pais. “Queríamos a mesma coisa que ele. É realmente difícil imaginar nossa vida sem ele”, afirma Chad.

Allyson Sayne, que atua no Departamento de Serviços Infantis do Tennessee, disse à “GMA” que: “Paul e Chad Beanblossom têm sido ótimos em defender Michael e em dar-lhe oportunidades que ele pode não ter conseguido de outra maneira. O casal passou por um incêndio em casa um mês antes da adoção de Michael, mas eles se concentraram no fato de que tinham um ao outro e não deixaram isso afetar a adoção de Michael”.

Chad Beanblossom conta que Michael está ansioso para começar seu último ano do ensino médio, onde estará jogando futebol. Confira abaixo algumas fotos da cerimônia:

Fotos: Divulgação/ Arquivo Pessoal

VEJA TAMBÉM:  Novo comercial da Vivo tem criança com dois pais: “Viva as novas famílias!”