O candidato à presidência dos Estados Unidos, Pete Buttigieg, de 37 anos, saiu nesta semana na capa da revista “Time” ao lado de seu marido, Chasten Buttigieg.

Atualmente, Pete é prefeito de South Bend, no Indiana, e é o primeiro homem abertamente gay a propor uma candidatura à presidência dos EUA.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O pré-candidato é defensor de pautas progressistas como maior controle na venda de armas (só pra citar um exemplo bem diferentemente do Brasil, onde uma das propostas do atual presidente assumidamente homofóbico Jair Bolsonaro defende flexibilizar o uso e acesso) e também a legalização parcial da maconha e criação de um sistema de saúde universal patrocinado pelo governo, algo inexistente nos Estados Unidos.

A Revista Time – através do seu perfil oficial do Instagram – divulgou a capa com a seguinte legenda:

“Em um campo de mais de 20 candidatos – incluindo seis senadores, quatro congressistas, dois governadores e um ex-vice-presidente, Pete Buttgieg saltou da obscuridade quase total para a frente do bando democrata, correndo à frente ou mesmo com candidatos mais estabelecidos, atrás apenas de Joe Biden e Bernie Sanders. O prefeito de South Bend, Indiana, 37 anos, é um veterano episcopal gay em um partido entre política de identidade e apelos do coração. Ele também é uma cara nova em um ano em que os #millennials estão prestes a se tornar o maior bloco de votos elegíveis. Seu lema é “Liberdade, Segurança e Democracia”, que não soaria deslocada vindo de um republicano da era Bush, mas na verdade remete a Franklin Delano Roosevelt. Mas, para manter seu ímpeto, Buttigieg terá que fazer mais para concretizar essas ideias. E ele terá que fazer incursões com os eleitores negros e hispânicos que até agora não parecem impressionados com sua campanha. De muitas maneiras, Buttigieg é o oposto polar de Trump: mais jovem, mais baixo, mais calmo e casado com um homem (Chasten Buttgieg). Seu sucesso pode depender se os democratas querem um lutador para se igualar ao Trump, ou se os americanos querem “mudar de canal”, diz Buttigieg. “As pessoas já têm um líder que grita e só grita”, diz ele. “Como você acha que está funcionando para nós?” Leia mais no link em bio.”

View this post on Instagram

In a field of more than 20 ­candidates­—including six Senators, four Congressmen, two governors and a former Vice ­President—@pete.buttigieg (pronounced Boot-edge-edge) has vaulted from near total obscurity toward the front of the Democratic pack, running ahead of or even with more established candidates and behind only @joebiden and @berniesanders. The 37-year-old mayor of South Bend, Ind. is a gay Episcopalian veteran in a party torn between identity #politics and heartland appeals, writes @charlottealter. He’s also a fresh face in a year when #millennials are poised to become the largest eligible voting bloc. His platform is “Freedom, Security and Democracy,” which wouldn’t sound out of place coming from a Bush-era Republican yet actually harks back to Franklin Delano Roosevelt. But in order to maintain his momentum, Buttigieg will have to do more to flesh out those ideas. And he’ll have to make inroads with black and Hispanic voters who have so far appeared unimpressed with his campaign. In many ways, Buttigieg is @realdonaldtrump’s polar opposite: younger, dorkier, shorter, calmer and married to a man (@chasten.buttigieg). His success may depend on whether Democrats want a fighter to match #Trump, or whether Americans want to “change the channel,” as Buttigieg puts it. “People already have a leader who screams and yells,” he says. “How do you think that’s working out for us?” Read more at the link in bio. Photograph by @ryanpfluger for TIME

A post shared by TIME (@time) on

Vale lembrar que no dia do lançamento de sua campanha, Pete beijou seu marido em público (como qualquer candidato heterossexual faria sem alarde) e está em alta entre os eleitores democratas para concorrer a presidência do país em 2020.

Maikon Stefan
Amante do teatro, tv e de Harry Potter, formado em Técnico em Administração e Bacharel em Ciência e Tecnologia (UNIFESP-SJC). Atualmente cursa Engenharia de Materiais (UNIFESP-SJC). Também foi Presidente da Empresa Júnior (Ectm Jr). "Me chama pra causar que eu vou".