Em entrevista ao Colbert Late Show, da TV norte-americana, o ator Billy Porter, destaque da série Pose, foi questionado sobre o por quê usa vestido sendo homem.

Isso aliás já se tornou uma das marcas registradas do ator em suas já esperadas entradas triunfais em tapetes vermelhos de tudo que é premiação onde é convidado, com destaque para o dia em que, além de um vestido exuberante, ele usava junto um chapéu com uma cortina que se abria.

Billy Poter explicou que entende moda também como uma possibilidade de ato político, especialmente quando se fala em gênero: “Superamos a ideia de que mulheres podem usar calças porque calça era algo associado apenas ao homem”, disse ele iniciando a fala.

Billy Porter em alguns de seus muitos vestidos. (Foto: Montagem)
Billy Porter em alguns de seus muitos vestidos. (Foto: Montagem)

“Então mulher de calça passou a ser respeitada e vista como exemplo de força, de poder. Todos respeitam, até porque calça é originalmente associada ao patriarcado. É ligada a ideia de ‘ser macho’. Mas por que então um homem de vestido então é visto como chacota?”, questionou o ator ao apresentador.

E foi adiante: “Que ideia isso passa? De que homens são fortes e mulheres um demérito! Não caio nessa! Não mais! Sou um homem de vestido. E quando eu quiser, vou usar um!”.

Ao final ele lembrou aos conservadores: “As pessoas esquecem que Jesus usava vestido! Chamam de manto, mas era um vestido!”.

O vídeo do momento viralizou em seu IGTVAssista a fala icônica de Billy Porter abaixo com tradução:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).