Várias cidades dos Estados Unidos contrataram artistas para fazer murais em homenagem ao  movimento “Black Lives Matter”[Vidas Negras Importam], que tomou conta das ruas do país após a morte de George Floyd, um homem negro assassinado por um policial branco. Em Charlotte, na Carolina do Norte, o artista Garrison Gist escolheu incluir o herói panssexual Deadpool na sua criação.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Após a escolha gerar curiosidade, o artista utilizou as redes sociais para explicar a escolha: “Eu realmente queria usá-lo como uma metáfora para a nossa geração com o que está acontecendo agora. Quando você pensa em Deadpool, pensa em rebelde, radical, sincero e, além disso, ele vai contra todas as normas quando se trata de super-heróis. Ele desafia todos os limites e ideias que estabelecemos quando pensamos em super-heróis.”

Gist ainda revelou que vê o personagem da Marvel representando o momento da juventude atual. “Estamos sendo radicais, somos rebeldes, estamos sendo francos, estamos fazendo o que precisamos para garantir que nossas vozes sejam ouvidas. Então, vemos as mudanças que desejamos que realmente aconteçam”, apontou.

O artista também falou que a orientação sexual do herói influenciou na decisão: “Se você realmente não lê os quadrinhos, não saberia disso, mas nos quadrinhos Deadpool é considerado bissexual ou pansexual. É o mês do orgulho. Pessoalmente, tenho muitos amigos e alguns membros da família que fazem parte da comunidade LGBTQ.”

Gist acrescentou que “senti que, juntamente com o primeiro motivo e metáfora que escolhi usar Deadpool, senti que isso seria uma maneira legal de honrá-los, para que saibam que também fazem parte do movimento”.