Em entrevista a revista britânica Dazed, enquanto conclui uma turnê bem sucedida pela Europa, a cantora Anitta falou sobre sua carreira e as inúmeras parcerias que já fez com grandes nomes como Madonna, Major Lazer, J Balvin, Maluma, e claro, Pabllo Vittar.

Na hora de falar da drag queen mais seguida do mundo no Instagram, Anitta não poupou elogios, e disse que a convidou para o feat em “Sua Cara” justamente para educar as pessoas indiretamente a abrirem suas mentes sobre LGBTs.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Meu lance não é apenas fazer música para as pessoas se divertirem e dançarem. Eu gosto de fazer as pessoas discutirem as coisas e pensarem diferente. Eu tenho um grande público LGBT, e eu sou bissexual – mas quando você me vê, se eu não disser que sou bissexual, eu não tenho a representação física da comunidade LGBT. É diferente quando você é uma drag queen. Eles não são tratados com seriedade ou como pessoas talentosas. Então, quando convidei Pabllo, a ideia era educar as pessoas sem que elas sentissem que estavam sendo educadas. Foi super indireto.”

VEJA TAMBÉM:  Bissexual, Anitta responde por que nunca namorou mulheres

Ainda sobre Pabllo, Anitta revelou achar que a drag queen canta melhor ainda que ela mesma: “Eu a convidei para mostrar às pessoas: ela canta bem pra caralho – melhor que eu, na verdade – ela dança, é super legal, é linda e é uma drag queen e merece respeito”.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).