Vários dos principais times do futebol brasileiro estão se unindo em campanha contra gritos homofóbicos nos estádios, afim de ensinar aos seus torcedores que homofobia é crime de discriminação.

Tudo começou com o Vasco, que teve uma partida interrompida na semana passada após gritos da torcida em um jogo contra o São Paulo. Desde então, não só o Vasco, mas mais de 20 times já publicaram mensagens em suas redes sociais oficiais.

Está dando gosto dever nomes gigantes do futebol nacional – e que influenciam milhões de mentes por todo o país – como Corinthians, Flamengo, Santos, Chapecoense, dentre outros, se posicionarem para termos um futebol mais inclusivo e menos homofóbico, em um mundo ainda predominantemente tão machista como é o esportivo masculino principalmente.

Até agora já se posicionaram: Athletico paranaense, Atlético, Avaí, Esporte Clube Bahia, Botafogo, Ceará EC, Chapecoense, Corinthians, CSA de Alagoas, Flamengo, Fluminense, Fortaleza EC, Goiás EC, Grêmio, Sport Club Internacional, Palmeiras, Santos FC, São Paulo FC, e claro, Vasco.

Veja abaixo a mensagem de cada um dos clubes:

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).