Um novo reality show chinês que vem sendo acusado de ser uma cópia mal executada do Queer Eye da Netflix… exceto que todos os seus Fab Five são heterossexuais. É isso mesmo.

You Are So Beautiful foi lançado no serviço de streaming estatal chinês Mango TV em dezembro de 2019, e o formato é quase exatamente idêntico.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Na abertura, adivinhe: todos os apresentadores dançando descontraídos em um fundo branco. E cada um dos cinco tem uma especialidade e os utiliza para transformar vidas a uma pessoa por episódio. Soa familiar?

Wu Xin é o responsável pelos cabelos e maquiagem, Han Huo Huo lida com moda, Kun Ling revisa seus estilos de vida, Fan Tian Tian os ensina a fazer boa comida e Huang Ji redecora suas casas.

Mas a diferença gritante é que nenhum dos apresentadores é LGBT, e nos três episódios que foram transmitidos até agora, o programa não fez nenhum esforço para mencionar ou promover a aceitação de pessoas LGBT, sendo esta, sua grande diferença com o original da Netflix.

Resultado de imagem para china you are so beautiful reality
You Are So Beautiful também traz integrantes discutindo no carro o participante do dia.

Embora o Queer Eye nunca tenha sido veiculado oficialmente na China, algumas pessoas no país encontram maneiras de acessar seus episódios online.

VEJA TAMBÉM:  Personagens LGBTs em séries têm ajudado héteros (cis) a perderem preconceito, revela pesquisa

De acordo com o Inkstone, fãs chineses do Queer Eye foram ao Weibo, a versão chinesa do Twitter, para acusar You Are So Beautiful de plagiar o programa americano com um escrito: “Uma pergunta: você pagou pelos direitos autorais?”

No fórum chinês online Douban, um usuário escreveu: “O Queer Eye está nos dizendo como viver melhor. Mas You Are So Beautiful apenas reforça preconceitos existentes e dizendo a todos para viver uma vida para agradar aos outros.”

Outro internauta disse: “O Queer Eye incentiva os hóspedes a serem corajosos e a melhorar sua auto-estima, amor próprio e autoconfiança. Neste reality show, só consigo ver os estereótipos de mulheres que estão são ditados pela sociedade. ”

A censura de questões LGBT + é um problema na China há muito tempo, e um número significativo de filmes com temas LGBT, como Brokeback Mountain, Call Me By Your Name e Deadpool – são totalmente proibidos por lá

VEJA TAMBÉM:  1º Ministro do Canadá, Justin Trudeau e Antoni, do Queer Eye, marcham juntos em Parada LGBT

Ainda assim há algum progresso. No mês passado, por exemplo, foi revelado que o histórico beijo entre pessoas do mesmo sexo em Star Wars: The Rise of Skywalker não foi censurado na China.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).