Agora o casamento igualitário é legal em qualquer país do Reino Unido

Após 5 anos de espera, o casamento entre pessoas do mesmo sexo finalmente foi legalizado na Irlanda do Norte. Desde 13 de janeiro de 2020, casais podem se registrar para realizar a união. Para aqueles que já eram casados em outro país, a união passa a ser reconhecida na Irlanda do Norte. O Northern Ireland Office deve iniciar uma consulta, ainda este ano, sobre a conversão de união civil para casamento e o sobre qual o papel das igrejas nesse processo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em um comunicado, a organização Love Equality Campaign for Marriage Equality afirmou que a legalização é “o culminar de cinco anos de campanha pelo casamento igualitário e marca um enorme passo adiante para as pessoas LGBT+ na Irlanda do Norte”.

A organização observou que ainda há problemas a serem superados. “No entanto, comemoramos essa notável conquista com milhares de pessoas que fizeram suas vozes serem ouvidas e exigiram mudanças, apesar das muitas barreiras colocadas em seu caminho. Nossa campanha pela igualdade no casamento não terminará até que todos na Irlanda do Norte tenham o mesmo direito de se casar com a pessoa que amam”.

VEJA TAMBÉM:  Seu celular e o novo marco regulatório. O que uma coisa tem a ver com outra? | Direitos LGBT

Com esta mudança, o casamento igualitário agora é legalizado em todo o Reino Unido, já que as outras localidades da nação já haviam legalizado o casamento entre pessoas do mesmo sexo em 2014. A Câmara dos Comuns na Irlanda do Norte votou pela legalização em julho 2019, mas a mudança poderia ter sido anulada. O prazo terminou em outubro do mesmo ano. Desde então, os legisladores tiveram que reformar as leis e fazer uma votação adicional para pavimentar o caminho para que tudo isso se tornasse realidade. O prazo para essas reformas foi o dia 13 de janeiro de 2020.

Os casais que se registraram já na segunda-feira (13), terão que esperar 28 dias até que a união ocorra. Logo, as primeiras cerimônias devem iniciar no Valentine’s Day, feriado equivalente ao “Dia dos namorados” no Brasil.
Em entrevista à BBC News NI, o deputado trabalhista Conor McGinn disse que “todos que valorizam igualdade, amor e respeito podem comemorar”. 
“É um bom dia para a Irlanda do Norte, um dia importante para os direitos dos cidadãos nessas ilhas e um dia emocionante para casais do mesmo sexo que agora podem se registrar para se casar”, afirma o deputado.
Patrick Corrigan, da Anistia Internacional, disse que foi um “dia histórico para a igualdade e os direitos humanos na Irlanda do Norte”.
“Por muito tempo, as pessoas LGBT + na Irlanda do Norte foram tratadas como cidadãos de segunda classe. Portanto, hoje é um momento incrível para casais do mesmo sexo que finalmente podem se casar e ter seus relacionamentos reconhecidos como iguais”, aponta Corrigan.

VEJA TAMBÉM:  Governo do RJ e Casa Nem entram em acordo pra evitar despejo de LGBTs em vulnerabilidade

Matéria produzida com informações da BBC NEWS e da revista OUT.