No último domingo (18), um casal lésbico foi perseguido por um homem homofóbico na cidade de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul. As mulheres estavam em um parque aquático e e foram vítimas de ameaças e xingamentos. Elas denunciaram as agressões nas redes sociais. As informações são do Top Midia News.

“O cara foi extremamente agressivo, foi extremamente preconceituoso. Me chamou de sapatona, veio para cima de mim e me xingou na frente de todo mundo lá do clube”, declarou uma das vítimas. No vídeo é possível ver o homem irritado com o fato do casal ter se beijado em público. Ele ainda chama umas das moças de “sapatãozinha”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ele justifica as falas homofóbica dizendo que as mulheres teriam se beijado “na frente de crianças”. A vítima salientou que “da mesma forma que ele tem o direito de ir e vir, você também tem o seu direito. Eu acho que cada um tem que cuidar da sua vida, independente de que você é gay, lésbica, homem trans, mulher trans. Eu acho que ninguém tem a ver com sua vida”.

VEJA TAMBÉM:  Acusado de matar cabeleireiro por homofobia vai à júri popular

O clube foi procurado pela reportagem, mas não se pronunciou sobre o episódio. As vítimas tiveram a imagem preservada pelo jornal.