Ora, ora… um casal hétero foi flagrado fazendo sexo em público em uma lancha em Porto Belo, litoral de Santa Catarina. Os pombinhos tiveram que prestar depoimento à Polícia Civil por videoconferência nesta sexta-feira (26) e “pediram desculpas pelo ato” (já tá dando em vocês o ranço de que se fosse um casal gay, a confusão seria muito maior? Pois então).

Segundo o Correio Braziliense, os vídeos do casal hétero gravados por pessoas que estavam em outras embarcações, viralizaram na internet em fevereiro, durante o feriado de carnaval, mas em plena crise de pandemia. Outras imagens do local mostram mulheres com seios à mostra sem máscara em aglomeração.

A delegada Luana Backes, responsável pelo caso, contou ao site que o casal assumiu a responsabilidade e alegou que haviam outros casais de swing em lanchas próximas (como se isso fosse justificativa para cometer uma contravenção). O caso aguarda audiência.

Após os vídeos ganharem o Twitter, a polícia local reforçou as investidas contra festas clandestinas e atos obscenos na região que, durante o carnaval, estava com festas e eventos proibidos por conta da pandemia. O crime praticado pelo casal hétero está previsto no artigo 233 do Código Penal e tem pena prevista de detenção, de três meses a um ano, ou multa.