Aguardando na fila de entrega dos abadás do bloco Village, da cantora Ivete Sangalo, o administrador Joabe Torres e seu marido Sávio, que compraram um par de abadás juntos para curtir o Carnatal em Natal/RN, foram informados de que cada um só podia receber um único abadá. 

Como só um dos dois tinha pegado a fila para retirar os dois abadás, ao serem informados que ambos teriam deveriam ter pegado a fila, para não esperarem o dobro de tempo no local – e já que compraram juntos, afinal de contas – eles pediram para chamar uma supervisora para tentar resolver a questão.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Mal podiam esperar que essa informação geraria um lamentável episódio envolvendo agressões verbais e homofobia por parte de um funcionário da empresa Destaque Produções, organizadora e responsável pela distribuição.

Segundo relato de Joabe por e-mail ao Põe Na Roda, foi neste momento que chegou um produtor já sem boa vontade e de maneira agressiva ao falar com os dois. Ao ver Joabe com celular na mão e achando que seria gravado, foi que a coisa piorou e ele falou ao casal: “Filme para mostrar para seu pai e sua mãe o viado que você se tornou!”.

VEJA TAMBÉM:  Preocupado com “extinção dos héteros”, deputado propõe “Dia do Orgulho Hétero”; assista

“Foi logo após ele ter falado essa frase que decidi iniciar a filmagem. Logo que ele percebeu que eu tinha começado a gravar, começou a dar uma de coitado, falou que eu estava atrapalhando a fila e não ia falar com a supervisora”, contou Joabe.

“Ele agrediu a honra dos meus pais que já são falecidos. A supervisora chegou depois ainda tentando tomar o celular da minha mão e pedindo pra que eu não chamasse a polícia”, relatou.

Na filmagem registrada é possível ver o produtor ainda chamando o pai do rapaz de ‘fresco’ e a mãe de ‘rapariga’. Assista abaixo:

Revoltados com a maneira como foram tratados, não apenas com agressividade, mas também homofobia, o casal foi até uma delegacia próxima registrar o BO pelo acontecido e informaram que pretendem acionar a Justiça. Vale lembrar que homofobia, assim como a discriminação por raça, etnia e religião, no Brasil é crime.

VEJA TAMBÉM:  Shopping de SP é condenado a indenizar lésbicas impedidas de darem selinho
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).