Um crime de homofobia chocou Paris nessa última semana.
Um casal gay foi brutalmente espancado nesta segunda-feira (02) por cerca de dez adolescentes armados com barras de ferro.

O crime ocorreu no subúrbio de Pierrefitte, em Paris. Segundo relatórios da polícia, as vítimas, com idades entre 19 e 22 anos, marcaram uma conversa com uma loja para discutir um problema com uma compra que fizeram.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Eles foram à loja, pensando que resolveriam o problema, mas quando um deles saiu do carro, o casal se viu no meio de uma emboscada.

Dez jovens armados com barras de ferro cercaram e espancaram o casal. Um deles foi atingido múltiplas vezes antes de poder voltar para o carro. Os garotos então continuaram as agressões que agora estavam concentradas no veículo.

Enquanto batiam no carro e quebravam as janelas, o casal ouvia os rapazes gritando insultos homofóbicos. Eles então conseguiram dar partida no veículo e sair do local.

VEJA TAMBÉM:  Obrigados a morarem juntos pela quarentena, estes dois acabaram virando um casal

Uma das vítimas sofreu ferimentos graves no olho e foi hospitalizada. As vítimas contataram a polícia e o caso está sendo investigado pela polícia local.

De acordo com um dos promotores do caso, um dos supostos agressores, de 17 anos de idade, já foi preso e está detido por “violência grave que levou a uma enfermidade ou mutilação permanente” e “ameaças de morte motivadas pela orientação sexual da vítima

O suposto agressor também enfrenta acusações de roubo com gangues e destruição intencional de propriedades, em referência ao carro que foi destruído.

Os crimes de ódio anti-LGBTQ aumentaram acentuadamente na França nos últimos anos. A organização SOS Homophobie contabilizou 231 ataques físicos anti-LGBTQ em 2018, um aumento de 66% em relação a 2017.

(Matéria traduzida e adaptada do site LGBTNation)