Mais de 1.300 casais LGBT+ podem converter suas parcerias civis em casamentos a partir de segunda-feira (7 de dezembro) na Irlanda do Norte, após uma mudança legal crucial.

Segundo o Pink News, espera-se que dezessete casais LGBT+ convertam suas parcerias civis em casamentos na segunda-feira, com 32 conversões planejadas para esta semana.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O casamento do mesmo sexo foi finalmente legalizado na Irlanda do Norte em janeiro, após uma campanha de anos, no entanto, a estrutura legal inicial não permitia que as parcerias civis fossem convertidas em casamentos.

A lei foi finalmente alterada em outubro, abrindo caminho para que todos os casais tivessem seus relacionamentos igualmente reconhecidos a partir de 7 de dezembro.

Amanda McGurk e Cara McCann se tornaram o primeiro casal a converter sua parceria civil em casamento em Belfast na manhã de segunda-feira. Escrevendo no Twitter, McGurk disse: “Hoje, depois de uma longa espera, vou oficialmente ser sua esposa Cara McCann. Eu não posso acreditar, te amo”.

VEJA TAMBÉM:  6 locações épicas (e reais!) de Game Of Thrones pra você visitar na Irlanda do Norte

Chris e Henry Flanagan-Kane, o primeiro casal a ter uma parceria civil no Reino Unido quando a lei foi introduzida pela primeira vez em 2005, também foram um dos primeiros casais a converter sua união em casamento na segunda-feira.

Chris Flanagan-Kane disse à BBC News: “Amor é amor. Se você se apaixonar, deseja se casar e ter os mesmos direitos que nossos irmãos e irmãs heterossexuais. Mas na Irlanda do Norte foi-nos negado o direito de ter um casamento igual.”

O pai de dois filhos disse que ele e seu marido enfrentaram discriminação por terem uma parceria civil em oposição a um casamento, dizendo: “Quando estávamos preenchendo formulários da escola primária e marcando a caixa de parceria civil, a gente já se preparava para ser discriminado antes mesmo de alguém nos conhecer.

Casais LGBT+ receberam parabéns de Instituições

Os casais também foram parabenizados pelo ministro da Fazenda, Conor Murphy, que disse: “Gostaria de parabenizar os casais LGBT+ que hoje estão convertendo suas parcerias e desejar-lhes uma vida muito feliz juntos”.

VEJA TAMBÉM:  VÍDEO: Enfermeiro pede namorado em casamento ao vaciná-lo contra covid-19

Quando a lei foi mudada em outubro, Patrick Corrigan, diretor da Amnistia Internacional da Irlanda do Norte, disse que era “a última peça do puzzle para trazer a igualdade do casamento para a Irlanda do Norte”.